Pequeno Herói

Largo da Graça, 79, Lisboa T 21 886 1776/8 F 21 886 1778 E pequenoheroi(arroba)clix.pt

sexta-feira, dezembro 15, 2006

O Pequeno Herói para este Natal recomenda

Bom Dia Benjamim - Livro/CD

a partir de uma ideia de José Peixoto com a colaboração de Paulo Curado e Nuno Artur Silva.
Nuno Artur Silva e Luis Miguel Viterbo: Guião
José Mário Branco: arranjos, direcção musical, direcção de actores e criação sonoplástica
Maria João: cantora

Vozes das personagens

Teresa Sobral - Benjamim
Claúdia Cadima - Mãe
Carlos Paula - Pai
Ana Brandão - André

Para todas as idades...




terça-feira, dezembro 12, 2006

Pedimos muita desculpa, mas estamos com uma avaria na linha telefónica e aguardamos o arranjo da parte da PT.

Mas o mail pequenoheroi@clix.pt está operacional... :)

sábado, dezembro 09, 2006

Do Brasil...pela 1ª vez em Portugal




Caros amigos,
O grupo OS TAPETES CONTADORES DE HISTÓRIAS (Rio de Janeiro, Brasil) visitará pela primeira vez Lisboa, com apresentações únicas nos dias 16 e 17 de dezembro, sábado e domingo às 16h., na Livraria Pequeno Herói (Largo da Graça, nº 79 - Lisboa). Diretamente das Ilhas Canárias (Tenerife), onde participarão do XI Festival Internacional del Cuento Los Silos, eles vêm a Lisboa para apresentar “Cabe na mala?”: uma sessão intimista onde tapetes, malas, aventais, caixas de pano e de madeira servem de cenário para histórias de Ana Maria Machado (da Academia Brasileira de Letras) e da alemã Jutta Bauer. As crianças se sentam próximas aos contadores de histórias para acompanhar a trajetória dos bonecos de pano em seus cenários de sonho, luz e textura. As três primeiras histórias são contadas em uma mala que se transforma em cenários de tecido. Em “Avental que o vento leva”, o contador veste um avental acolchoado que representa o mundo onde Corina menina vive suas aventuras. No conto popular “João Bobo”, três caixas de pano se transformam em tapetes para que João Bobo apronte suas confusões. Por fim, para “A rainha das cores”, foi fabricada uma caixa de madeira com lâmpadas internas que sobressaltam o cenário branco costurado em preto, e sobre o qual os contadores dão vida e cor às formas e personagens.Os coordenadores do grupo Carlos Eduardo Cinelli e Warley Goulart, que têm ministrado oficinas e contado histórias no Brasil e exterior, e têm inspirado iniciativas do gênero no mundo todo, são os artistas que vêm à Lisboa apresentar o espetáculo. Após a sessão, eles falarão um pouco sobre as pesquisa e alcances dos projetos no Brasil e Peru, de criação de suportes plásticos para narrativa, e a experiência na América Latina.

Há 9 anos contando histórias com tapetes, o grupo avançou na criaçãoe uso de suportes plásticos para narrativa, em resposta ao intenso contato com a cultura e realidade latino-americana: apostou tanto nas práticas narrativas com base na literatura oral e escrita nacionais, como também se debruçou na investigação e confecção de outros objetos plásticos como malas, aventais, livros e caixas de pano e madeira. Nestes dois encontros na Livraria, eles mostrarão também outros destes resultados mais recentes: os livros de pano criados pelo projeto Manos que cuentan, que Rosana Reátegui coordena em Lima (Peru) e as originais do primeiro trabalho de ilustração que costuraram para o livro ‘O congo vem aí’ do brasileiro Sérgio Capparelli.
Em 2006, o projeto Os Tapetes Contadores de Histórias recebeu o PRÊMIO CULTURA NOTA 10, pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro,onde 21 ações culturais foram premiadas, como destaque no decorrido ano.

---------------------------
Os Tapetes Contadores de Histórias na Livraria Pequeno Herói

Dias 16 e 17 de dezembro, sábado e domingo às 16h.
CABE NA MALA?
Texto: Ana Maria Machado e Jutta Bauer
Direção e Cenários: Carlos Eduardo Cinelli e Warley Goulart
Músicas: Warley Goulart
Contadores de Histórias: Carlos Eduardo Cinelli e Warley Goulart
Para crianças a partir de 3 anos.
Duração: 45 minutos.
CRÍTICAS e COMENTÁRIOS no BRASIL:
“Cabe na Mala? do grupo Os Tapetes Contadores de Histórias é uma destas deliciosas raridades.” - cotação **** Veja-Rio recomenda – Isabel Butcher – Revista Veja-Rio RJ – Julho de 2005“
Tapetes reinventados: grupo Tapetes Contadores de Histórias aprimora técnica francesa em novo espetáculo.”Arliete Rocha – Seção Criança – Revista Programa Jornal do Brasil – Rio de Janeiro (RJ) – agosto de 2004.

“Como disse Monteiro Lobato, o livro é lugar onde a criança quer morar. Cabe na mala? é lugar onde as crianças querem entrar. E realmente entram e viajam pelo mundo mágico da ficção.” Carlos Augusto Nazareth, Crítico Teatro Infantil Jornal do Brasil Caderno B – Jornal do Brasil – Rio de Janeiro – Maio de 2005.


Daqui a apouco

Sessão de Contadores de Histórias
Histórias com Juizo
de
Mário Castrim
às 16h
até já!!!!